Notícias

Produção brasileira de grãos pode chegar a 289,8 milhões de t, diz Conab

Em relação ao levantamento anterior, de outubro, houve um aumento de 0,4% (1,18 milhão de t) na expectativa de colheita.


Brasil deve produzir recorde 289,8 milhões de toneladas de grãos na safra 2021/22, em fase de plantio, o que corresponde a um aumento de 14,7%, ou 37 milhões de toneladas, em comparação com o ciclo anterior 2020/21 (252,75 milhões de t), que foi prejudicado pelo clima adverso. Isso é o que mostra o segundo levantamento de intenção de plantio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira.

 

Em relação ao levantamento anterior, de outubro, houve um aumento de 0,4% (1,18 milhão de t) na expectativa de colheita.

 

A Conab informa em nota que a semeadura das culturas de primeira safra avança por todo o país, impulsionada pelos bons volumes de chuvas.

 

Área

 

Com relação à área total cultivada no País, a estimativa para esta safra 2021/22 é de 71,8 milhões de hectares semeados, um crescimento de 4,1% em relação à safra anterior. Nesse total, estão incluídas as culturas de primeira safra, semeadas entre agosto e dezembro de 2021, as de segunda safra, semeadas entre janeiro e abril de 2022, e as culturas de terceira safra, semeadas entre meados de abril e junho de 2022.

 

O boletim destaca, ainda, os aumentos na produção de soja, com crescimento de 3,5% na área a ser cultivada, e de milho, que foi severamente prejudicado pela situação climática adversa na safra anterior. No caso da oleaginosa, a produção estimada é de 142 milhões de toneladas, mantendo o país como o maior produtor e exportador mundial, representando aumento de 3,4% sobre a safra anterior (137,32 milhões de t).

 

Quanto ao milho, o volume total de produção deve chegar a 116,7 milhões de toneladas, com aumento de 34,1% ante a safra anterior (87,02 milhões de t), prejudicada por seca e geadas. A primeira safra do cereal deve ser de 28,6 milhões de t, aumento de 15,7% sobre a safra anterior.

 

algodão também apresenta aumento na produção. A ampliação de 9,3% na área a ser semeada, chegando a 1,49 milhão de hectares. Isso determina uma melhor produção, estimada atualmente em 2,65 milhões de toneladas de pluma, aumento de 12,6% ante a safra 2020/21 (2,36 milhões de t).

 

arroz traz um crescimento de 0,3% na área a ser semeada e previsão de 11,5 milhões de toneladas. A produção pode registrar queda de 1,8%, para 11,54 milhões de t, em comparação com 11,75 milhões de t em 2020/21.

 

Já para o feijão, a estimativa é de 3,6% a mais na produção da primeira safra, totalizando 1,01 milhão de t (aumento de 3,6% ante a safra anterior, de 976,6 mil t). A produção total da leguminosa no País, somando-se as três safras, é estimada em 3,1 milhões de toneladas, crescimento de 7,9% sobre 2020/21 (2,88 milhões de t).

 

No caso do trigo, a safra 2021 ainda está sendo colhida, com um volume de produção previsto atualmente em 7,68 milhões de toneladas. A previsão representa aumento de 23,3% ante 2020, que foi de 6,23 milhões de t.

 

A Conab pondera que, em virtude das indefinições em relação à produtividade a ser obtida das culturas que ainda serão cultivadas, a estatal utilizou métodos estatísticos para o cálculo das estimativas das produtividades das diferentes culturas neste levantamento.

 

 

Fonte: Canal Rural

Crédito da Imagem:

 

 


Notícias relacionadas

Brasil ganha cultivares inéditas de feijão

Brasil ganha cultivares inéditas de feijão

Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso

Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso

Zona de Convergência provoca chuvas nesta terça-feira; confira previsão

Zona de Convergência provoca chuvas nesta terça-feira; confira previsão

La Niña leva geada ao Sul em pleno novembro; invernada atinge 4 estados na semana que vem

Massa de ar seco e frio mantém o tempo firme na região Sul

Massa de ar seco e frio mantém o tempo firme na região Sul

Chuva irá se concentrar na divisa entre SP e MG durante a semana

Déficit de armazéns afeta 60% da produção agrícola no Brasil

1ª safra de feijão, avança, e já chegou a 76% no Paraná

EUA e União Europeia estudam criar leis que podem prejudicar agro brasileiro

Falta de insumos ameaça safra de grãos 21/22

Crise nos insumos: Saiba o que fazer

Crise nos insumos: Saiba o que fazer

Brasil vai plantar e colher mais feijão

PLANTA ALAGOAS: 50 MIL ALAGOANOS COMEMORAM O INÍCIO DA SAFRA

Semana começa com previsão de geada; veja onde

Embrapa deu início ao 13ºCongresso Nacional de Feijão