Notícias

Os preços sofreram uma alteração na média de 3,50%, mostrando que a estratégia dos produtores e corretores em segurar as ofertas para esta semana, de certa forma tem surtido efeito.


 

Comentário do pregão desta quarta-feira, dia 01

 

O pregão desta quarta-feira (01) recebeu um volume regular de aproximadamente 12.960 sacas do feijão carioca, quantidade suficiente para atender uma demanda enfraquecida do pós feriado. 

 

Os preços sofreram uma alteração na média de 3,50%, mostrando que a estratégia dos produtores e corretores em segurar as ofertas para esta semana, de certa forma tem surtido efeito.

 

Por outro lado, a fraca presença de compradores não favoreceu o bom escoamento de mercadorias durante o pregão. Porém, vale frisar que essa ausência não significa que ao longo do dia as negociações não venham a se concretizar.  

 

Em razão da semana curta de negociações, os corretores seguem otimistas e apostam numa sustentação das cotações, sobretudo amparados pelo baixo volume do feijão à venda. 

 

Os novos embarques também surgem como aposta do setor de vendas, já que os volumes não serão volumosos.

 

Feijão Preto

 

As ofertas do feijão preto se resumiram à apenas uma viagem de 450 sacas. O único corretor que se aventurou no mercado manteve a média de valores do feijão carioca, elevando os preços em R$ 20,00 a mais por saca.

 

Tal atitude chegou a surpreender, inclusive, até mesmo os demais corretores, tendo em vista que não ocorre falta de mercadorias, e que a venda desta oferta ao preço de R$ 170,00/sc, terá que apostar na necessidade dos empacotadores.

 

Outro detalhe que pode travar tal venda ao preço citado, é o fato de que na própria zona cerealista também existe a abertura para negociar com outros corretores que também trabalham com esta variedade. 

 

NEGÓCIOS & MERCADO


Notícias relacionadas

Municípios de SC afetados pela estiagem vão receber repasse

ALERTA DE TEMPORAIS NO RIO GRANDE DO SUL

Safra de feijão está praticamente plantada no Paraná

Nutrição de alta tecnologia minimiza estresse e garante alta produtividade no feijão

Produção brasileira de grãos deve chegar a 268,3m/t

Calor persiste no Sudeste nos próximos dias

Paraná deve produzir 24 milhões de toneladas na safra de Verão

Mais chuva no Sul

Com câmbio em alta, mercado de defensivos deve recuar 11% em 2020, diz Sindiveg

Área coberta com seguro rural já supera 10 milhões de hectares

Área coberta com seguro rural já supera 10 milhões de hectares

Conab lança nesta terça-feira ferramenta de acompanhamento do plantio e coleta de grãos

Conab lança nesta terça-feira ferramenta de acompanhamento do plantio e coleta de grãos

Epamig produz semente genética do feijão 'ouro vermelho' em Leopoldina

Pregão desta quarta (19) transcorre com poucas vendas, mas corretores continuam firmes e com preços em alta.

Pós pregão encerra mercado em calmaria e com perspectiva de surpresas para a próxima semana

O mercado segue paralisado e sem interesse por parte dos compradores em novas aquisições, tendo em vista que para este momento o abastecimento já foi realizado ao longo da semana.

Mercado de feijão carioca, abre em queda nesta quarta-feira, dia 05, na Zona Cerealista.

Pregão desta terça (04) registra calmaria nas vendas e compradores dando preferência ao feijão comercial

Pregão desta terça (04) registra calmaria nas vendas e compradores dando preferência ao feijão comercial