Notícias

*SAFRA DAS ÁGUAS PARANÁ 2019/2020*

*Safra das águas - Paraná 2019/2020 - começa o plantio de feijão carioca, Preto e Rajado, na região Sul do País* *Estimativa de área plantada ? 154,2 mil ha.* *Inicio de plantio Safra das águas: Setembro/2019* *Colheita: a partir do mês de dezembro/2019, se estendendo até a segunda quinzena de Janeiro/2020*


*Safra das águas Paraná 2019/2020*

*Começa o plantio do feijão carioca, preto e rajado, na região Sul do País*

*Estimativa de área plantada ? 154,2 mil hectares*

*Início de plantio da safra das águas: Setembro/2019*

*Colheita: a partir do mês de dezembro/2019, até a segunda quinzena de Janeiro/2020*

 

Os núcleos regionais do estado do Paraná iniciaram os trabalhos de campo há aproximadamente trinta dias. Vale informar que o fator climático causou certa preocupação, porém, alguns engenheiros agrônomos disseram que pós algumas semanas do processo de semeadura houve uma boa incidência de chuvas, que inclusive favoreceu o desempenho das plantas.  

 

De acordo com o Departamento de Economia Rural (DERAL), houve um avanço no plantio de pelo menos 67% de uma área de 154.2 mil hectares. Ainda nesse contexto, vale informar que o desenvolvimento da planta vem sendo a contento. Outro detalhe importante é que as maiores áreas continuam para o feijão carioca, seguido do feijão preto e rajado. 

 

Ainda segundo dados do DERAL, houve um pequeno recuo de (- 5%) da área plantada. Contudo, esta variação pode ser compensada com a produtividade.

 

Além disso, temos informação de que existe pelo menos 78% das lavouras no desenvolvimento vegetativo, 21% na germinação e o percentual mínimo de 1% na floração. Além disso, o plantio continuará a avançar por mais 20 dias, tendo em vista a conclusão da primeira da safra das águas. 

 

*Sementes*

 

A região tem como predominância as sementes Campos Gerais e BRS Estilo. Mas vale registrar o avanço que vem ocorrendo com a semente Dama, que já ganhou espaço considerável entre os municípios. 

 

*Safras Anteriores ? Áreas plantadas*

 

2017/2018           - 191,4 mil hectares

2018/2019           - 162,3 mil hectares

2019/2020 - 154,2 mil hectares

 

O DERAL o principal fator para a diminuição de 20% nas áreas plantadas foi a valorização da soja.

 

*Clima*

 

É importante esclarecer que o bom desenvolvimento da safra das águas depende do clima temperado. A questão é que, de acordo com o site www.tempoagora.com.br, existe a previsão de chuvas para os próximos 15 dias. Caso as chuvas se concretizem, existe uma preocupação com aumento,  acentuada nas temperaturas.

 

 

 

 

*Rose Almeida*

*Negócios & mercado*

 

*Rua Benjamim de Oliveira, 157 - 1º andar - Sala 2 - Brás - São Paulo/SP - 03006-020*

*Site:   www.negociosemercado.com.br - E-mail: negociosemercado@uol.com.br*

*Tel: (0XX11) 3326-5185*


Notícias relacionadas

Conab prevê novo recorde para safra brasileira de grãos

Começa a colheita de feijão carioca no Sudoeste Paulista

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

AgroNordeste vai ajudar a reduzir as diferenças regionais

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

Safra das Águas - Sudoeste Paulista

O mercado foi firme até o fechamento do pregão de hoje. Mas neste momento segue susceptível de variação de acordo com a lei da oferta/demanda.

Produção de feijão vai crescer 487% na Bahia

O pós pregão de hoje, dia 09, não deu continuidade às vendas de forma satisfatória, pelo menos para o setor de vendas.

A semana encerra com ofertas reduzidas, preços estáveis e com poucas vendas realizadas, na zona cerealista

O último levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicou que ocorrerá um significativo aumento das ofertas do feijão carioca e outros, a partir de setembro.

Em julho, IBGE prevê alta de 5,8% na safra de 2019

Em julho, IBGE prevê alta de 5,8% na safra de 2019

Inoculantes trazem novas perspectivas para a cultura do feijão

Feijão: Produtores estão convictos com possível valorização

Brasil deve plantar mais soja e menos milho, arroz, feijão e algodão

Em 10 anos, área plantada vai aumentar no BR

Cientistas decodificam feijão mais resistente do mundo

Onda de frio chega em áreas produtoras brasileiras

Mercado na zona cerealista, segue com vendas tímidas e setores cautelosos nas negociações