Notícias

Pregão desta quarta (20) surpreende e não registra boas vendas. Mesmo assim, mercado segue firme

O pregão desta quarta-feira (20) não correspondeu às expectativas voltadas para a ideia de boas vendas. Com apenas 12 mil sacas disponíveis, o escoamento foi mínimo devido ao desinteresse dos compradores.


Pregão desta quarta (20) surpreende e não registra boas vendas. Mesmo assim, mercado segue firme

 

 

 

O pregão desta quarta-feira (20) não correspondeu às expectativas voltadas para a ideia de boas vendas. Com apenas 12 mil sacas disponíveis, o escoamento foi mínimo  devido ao desinteresse dos compradores.

 

 

Vale detalhar que alguns padrões estiveram ausentes na madrugada de hoje, a exemplo do feijão extra (9-9) com pedida de R$ 400,00/sc. O fato é que, por falta de compradores interessados, os corretores sequer ofertaram. As demais ofertas também enfrentaram a  resistência do setor de compras, que seguiu se mantendo firme e recuado.

 

 

Vale lembrar que tal cenário está presente em todas as regiões,  com vendas sendo realizadas em pequena escala. Ou seja, a escassez dos grãos não está dando chance dos compradores pleitearem condições melhores. Assim sendo, a solução é aguardar naturalmente que os setores de compra busquem pelo abastecimento.

 

 

Ainda sobre o momento atual observamos que esta lentidão já é sentida em todos os estados. As regiões de produção vendem,  porém jamais no mesmo ritmo de alguns dias atrás. 

 

 

Com base no pregão de hoje, fica claro que não existem grandes expectativas para hoje, bem como para os demais dias que virão. O foco mais uma vez se volta para as negociações casadas,  evitando principalmente operar com riscos.

 

 

No geral, temos um mercado firme e com preços inalterados. A redução na demanda vem fazendo o setor de vendas ficar enfraquecido e cauteloso no tocante às possíveis alterações.

 


Notícias relacionadas

Clima causa impacto na safra 2019/2020 de grãos

O aumento na demanda por cestas básicas, elevou os ainda mais os preços do feijão carioca e feijão preto nas lavouras, no Sudeste do País.

O Arroz e Feijão de cada dia, está menos presente na mesa

Paraná Segunda safra das águas

Paraná Segunda safra das águas

Incidência forte de chuvas pode provocar escassez e oscilações significativas nos preços do feijão Carioca

SAFRA DAS ÁGUAS. INICIA O SEGUNDO PLANTIO

NOTÍCIAS DO CAMPO

Nova estimativa da safra de grãos aponta aumento de 1,9%

A calmaria do mercado deu uma pequena reviravolta e já mostra um setor de vendas mais flexível para negociar.

Produção de 246 milhões de toneladas garante o recorde da safra de grãos

Conab prevê novo recorde para safra brasileira de grãos

Começa a colheita de feijão carioca no Sudoeste Paulista

*SAFRA DAS ÁGUAS PARANÁ 2019/2020*

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

AgroNordeste vai ajudar a reduzir as diferenças regionais

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

Safra das Águas - Sudoeste Paulista

O mercado foi firme até o fechamento do pregão de hoje. Mas neste momento segue susceptível de variação de acordo com a lei da oferta/demanda.

Produção de feijão vai crescer 487% na Bahia