Notícias

Feijão: Produtores estão convictos com possível valorização

Muita calma, conversa e poucos negócios ontem nas lavouras. Produtores estão convictos com respeito à possível valorização neste momento


Porém, poderava um operador experiente, quem se dá bem é quem vende enquanto sobe e quando tem comprador. O mês de agosto terá menor concentração do que inicialmente estimado, mas terá. Assim, R$ 155 já é uma valorização de 7% em relação a 10 dias atrás. O canto da sereia é ótimo, ?o céu é o limite?, mas infelizmente não é bem assim. Quem precisa de fluxo de caixa precisa levar em consideração que não se sabe até onde vai. Ontem alguns negócios aconteceram ao redor de R$ 150 FOB para Feijão-carioca nota 9 no noroeste de Minas Gerais.


fonte:  Portal do Agronegocio

Crédito da imagem:  portaldoagronegocio.com.br


Notícias relacionadas

*SAFRA DAS ÁGUAS PARANÁ 2019/2020*

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

AgroNordeste vai ajudar a reduzir as diferenças regionais

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

Safra das Águas - Sudoeste Paulista

O mercado foi firme até o fechamento do pregão de hoje. Mas neste momento segue susceptível de variação de acordo com a lei da oferta/demanda.

Produção de feijão vai crescer 487% na Bahia

O pós pregão de hoje, dia 09, não deu continuidade às vendas de forma satisfatória, pelo menos para o setor de vendas.

A semana encerra com ofertas reduzidas, preços estáveis e com poucas vendas realizadas, na zona cerealista

O último levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicou que ocorrerá um significativo aumento das ofertas do feijão carioca e outros, a partir de setembro.

Em julho, IBGE prevê alta de 5,8% na safra de 2019

Em julho, IBGE prevê alta de 5,8% na safra de 2019

Inoculantes trazem novas perspectivas para a cultura do feijão

Brasil deve plantar mais soja e menos milho, arroz, feijão e algodão

Em 10 anos, área plantada vai aumentar no BR

Cientistas decodificam feijão mais resistente do mundo

Onda de frio chega em áreas produtoras brasileiras

Mercado na zona cerealista, segue com vendas tímidas e setores cautelosos nas negociações

Feijão: área plantada em SC vem caindo

Falta de chuva prejudica 3ª safra de feijão da Bahia