Notícias

Começa a colheita de feijão carioca no Sudoeste Paulista

Chuvas, sol e alta temperatura, abre os trabalhos no campo no sudoeste paulista.



Paraná ? 1ª safra

 

Neste momento o indicativo é de que os vinte e um núcleos regionais com plantio em andamento deverão enfrentar ocorrências de chuvas nos próximos quinze dias.

 

Tal previsão se coloca favorável para as lavouras que já apresentam três fases, sendo a germinação mais importante para o contexto.

 

Com temperaturas que devem alcançar 29º C, os próximos dias serão chuvosos e com estimativa de 3 a 26 mm, variando por região.

 

Portanto, diante de um plantio que já avançou em pelo menos 74%, o clima chuvoso será bem vindo para uma safra que depende 100% do clima.

 

Fases

 

15% - germinando

83% - vegetativo

2% - floração

 

Fonte: DERAL ? Departamento de Economia Rural

 

 

Safra Paulista

 

Início de semana bem movimentado nas lavouras paulistas. O céu aberto dá boas perspectivas para o início e conclusão dos trabalhos de campo. 

 

Porém, o estágio de dessecação causa certa apreensão, já que exige a presença de sol para que haja a produção de grãos sadios.

 

Ainda nesse contexto temos as lavouras que não estão recebendo irrigação,  com pelo menos 10 - 20% das áreas em estágio de sequeiro, e que também seguem em alerta,  por depender, da irrigação natural, ou seja, chuva.

 

Apesar do tempo nublado, em algumas regiões do sudoeste paulista ocorre pancada de chuva de forma passageira. O clima quente atinge cerca de 35º C.

 

Em contato com engenheiros agrônomos bem como alguns produtores da região, se as previsões climáticas obedecerem,  o Sudoeste paulista  pode ter entre chuvas de até 3 mm à 11 mm,  nos próximos dez dias. 

 

No geral, o que preocupa os produtores é as pancadas de chuva seguidas de altas temperaturas, uma vez que essa variação pode comprometer a qualidade dos grãos,  em lavouras que forem afetadas.

 

Vale destacar que as últimas colheitas ocorridas ainda na tarde de ontem apresentaram depreciação nos grãos. A classificação dos comerciantes da região ficou entre 8,5 e 9, ou seja, um exemplo clássico da safra de sequeiro. 

 

Preços

 

O Sudoeste paulista,  abriu a semana com preço máximo de R$ 190,00/sc. O aumento nas ofertas fez este preço cair para valores entre R$ 175,00 e R$ 180,00/sc. Por outro lado sabemos que aquelas ofertas que não apresentam manchas podem alcançar cotações maiores neste início de colheita.

 

 

 

 

Rose Almeida

Negócios & mercado


Rose Almeida

Negócios & mercado


Crédito da imagem:  Cerealista Costa 

                                             Itaí - SP 


Notícias relacionadas

Clima causa impacto na safra 2019/2020 de grãos

O aumento na demanda por cestas básicas, elevou os ainda mais os preços do feijão carioca e feijão preto nas lavouras, no Sudeste do País.

O Arroz e Feijão de cada dia, está menos presente na mesa

Paraná Segunda safra das águas

Paraná Segunda safra das águas

Incidência forte de chuvas pode provocar escassez e oscilações significativas nos preços do feijão Carioca

SAFRA DAS ÁGUAS. INICIA O SEGUNDO PLANTIO

NOTÍCIAS DO CAMPO

Nova estimativa da safra de grãos aponta aumento de 1,9%

A calmaria do mercado deu uma pequena reviravolta e já mostra um setor de vendas mais flexível para negociar.

Produção de 246 milhões de toneladas garante o recorde da safra de grãos

Conab prevê novo recorde para safra brasileira de grãos

*SAFRA DAS ÁGUAS PARANÁ 2019/2020*

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

AgroNordeste vai ajudar a reduzir as diferenças regionais

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

Safra das Águas - Sudoeste Paulista

O mercado foi firme até o fechamento do pregão de hoje. Mas neste momento segue susceptível de variação de acordo com a lei da oferta/demanda.

Produção de feijão vai crescer 487% na Bahia

O pós pregão de hoje, dia 09, não deu continuidade às vendas de forma satisfatória, pelo menos para o setor de vendas.