Notícias

Brasil terá uma nova Política Nacional de Irrigação

A ministra Tereza Cristina anunciou em Petrolina (PE), que o país terá uma nova Política Nacional de Irrigação.


A ministra Tereza Cristina anunciou em Petrolina (PE), que o país terá uma nova Política Nacional de Irrigação. Segundo ela, foi criado um grupo interministerial formado pelas pastas da Agricultura, Desenvolvimento Regional, Economia e Ciência e Tecnologia para estudar e determinar as melhores técnicas e iniciativas para aprimorar a agricultura irrigada no país.

 

A ministra também manifestou preocupação com a produção de açúcar e álcool na região. Ela disse que só o estado de Alagoas tem seis ou sete usinas de cana-de-açúcar fechadas e parte delas pode voltar a produzir. Por isso, já está conversando com o Banco do Nordeste e vai conversar também no BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) para tentar reativar a produção tendo como base o modelo do cooperativismo, que considera ideal para a região. 

 

Tereza Cristina anunciou também que o novo zoneamento da cana-de-açúcar está praticamente pronto e lembrou que outros estados, como Mato Grosso do Sul, também estão à espera do novo zoneamento.

 

Tereza Cristina disse que é preciso encontrar uma forma de concluir as obras dos tabuleiros como o de Parnaíba, no Piauí, que só tem uma parte em funcionamento de forma a aumentar a rentabilidade dos projetos, oferecer mais empregos e desenvolver as regiões onde eles foram construídos.

 

Em Petrolina, a ministra visitou um centro de pesquisa de melhoramento genético do milho e depois foi até Juazeiro, na Bahia, onde visitou uma agroindústria de frutas. A ministra irá conhecer também uma produção de frutos com baixa utilização de agroquímicos e acompanhará uma apresentação sobre irrigação, energia fotovoltaica e inovações. 

 

Fonte: Mapa

 

Como a irrigação complementar é importante. Veja no Agrotalk a vídeo aula do pesquisador e Engenheiro Agrônomo Fernando Braz Tangerino sobre a evolução irrigada. Clique aqui 

 

AgroclimaPro

 

Para saber se o melhor caminho é aguardar ou seguir em frente com o plantio você pode contar com o Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia de precisão da Climatempo. Com o ele é possível acompanhar os índices de umidade no solo e a previsão de chuva para sua região e, ainda melhor, para a sua fazenda! Nessa safra, a atenção em relação ao melhor momento para o plantio será fundamental para garantir a uniformidade das lavouras. Confiar nas previsões e na expertise da principal empresa privada de meteorologia do país será fundamental para garantir o sucesso da safra que está prestes a iniciar! 


Acerte na sua safra! Assine agora mesmo o Agroclima PRO

Acesse: https://agroclimapro.com.br/


Fonte:www.climatempo.com.br


Notícias relacionadas

Clima causa impacto na safra 2019/2020 de grãos

O aumento na demanda por cestas básicas, elevou os ainda mais os preços do feijão carioca e feijão preto nas lavouras, no Sudeste do País.

O Arroz e Feijão de cada dia, está menos presente na mesa

Paraná Segunda safra das águas

Paraná Segunda safra das águas

Incidência forte de chuvas pode provocar escassez e oscilações significativas nos preços do feijão Carioca

SAFRA DAS ÁGUAS. INICIA O SEGUNDO PLANTIO

NOTÍCIAS DO CAMPO

Nova estimativa da safra de grãos aponta aumento de 1,9%

A calmaria do mercado deu uma pequena reviravolta e já mostra um setor de vendas mais flexível para negociar.

Produção de 246 milhões de toneladas garante o recorde da safra de grãos

Conab prevê novo recorde para safra brasileira de grãos

Começa a colheita de feijão carioca no Sudoeste Paulista

*SAFRA DAS ÁGUAS PARANÁ 2019/2020*

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

AgroNordeste vai ajudar a reduzir as diferenças regionais

Oeste da Bahia vai ganhar o 1° polo de irrigação do NE

Safra das Águas - Sudoeste Paulista

O mercado foi firme até o fechamento do pregão de hoje. Mas neste momento segue susceptível de variação de acordo com a lei da oferta/demanda.

Produção de feijão vai crescer 487% na Bahia